Especializado em processos de diálogo – docência e prestação de serviços – voltados à prevenção e à resolução de conflitos pautada no consenso, e a tomadas de decisão, o MEDIARE contou com Fernanda Guerra Advocacia na co-criação de seus contratos com parceiros e alunos

O que é o Instituto Mediare?

Com a condução de Tania Almeida, fundadora e diretora-presidente, o MEDIARE é um sistema composto por duas empresas – MEDIARE Cursos, especializada no ensino de processos de diálogo e na capacitação de mediadores; MEDIARE Diálogos, especializada na consultoria de processos de diálogo; e o Instituto MEDIARE, dedicado à pesquisa, educação continuada e práticas sociais. O Sistema MEDIARE abriga uma Câmara de Resolução de Controvérsias e um Painel Multidisciplinar de Mediadores e de Facilitadores de Diálogos. 

Desafios

Diálogo, escuta atenta e empática, colaboração e inclusão são valores relevantes para o MEDIARE e era fundamental que os contratos com os alunos, assim como os contratos de parceria com os professores e com colaboradores, transmitissem essa essência.

“Ao conhecer os propósitos dos Contratos Conscientes, eu estava muito convencida da mudança necessária nos contratos do MEDIARE. Fiz o convite aos stakeholders com a mesma convicção e entusiasmo”, afirma Tania.

O processo de criação do Contrato Consciente levou cerca de três meses para ser finalizado. Durante a co-criação, foram realizadas dinâmicas com a diretora da entidade e com a equipe de secretaria, a fim de compreender as demandas, delinear quais cláusulas eram essenciais para aqueles contratos, e co-criar as formas de conciliação em caso de conflitos.

“É um processo muito artesanal, pois preciso de tempo para minha criatividade fluir e, a partir do que conheci daquele cliente, trazer algo que faça sentido para ele. São muitos os desafios, porque o contrato é sobre gente, é vivo”, define Fernanda Guerra, advogada responsável pela co-criação dos documentos.

Metodologia aplicada

Os contratos com alunos, assim como os termos de parceria com colaboradores e professores, foram reformulados a partir das bases dialógicas da abordagem dos Contratos Conscientes. Além de ter uma linguagem simples, os documentos também são visualmente mais interessantes e utilizam imagens e ícones para facilitar a compreensão.

Os Contratos Conscientes são um primeiro movimento para se tirar o poder do papel e colocá-lo nas relações, entendendo o contrato como algo vivo. Todas as cláusulas são criteriosamente elaboradas para que gerem um ambiente de transparência e confiança entre as partes envolvidas.

“Nós, como advogados, costumamos tentar prever quais situações vão acontecer, a fim de colocá-las naquele documento para defender os nossos clientes. Então, é um trabalho quase de cartomancia, de adivinhação do que vai acontecer. O paradigma dos Contratos Conscientes parte da realidade que prever tudo o que vai acontecer não é possível. Então, ao invés de colocar a relação a serviço do documento, colocamos esse documento a favor da relação”, comenta Fernanda Guerra. Assim, sai-se desse lugar de pensar quais regras são necessárias e parte-se para criar acordos para fluir a relação.

“Somos uma instituição que trabalha com Processos de Diálogo e fez todo o sentido transformar todos os nossos contratos para a linguagem proposta pelos Contratos Conscientes e para a qualidade de contato e de conversa que um contrato consciente convida seus integrantes”, sustenta Tania Almeida.

Resultados

A cada nova turma de capacitação continuada, mais pessoas são impactadas pela inovação provocada pelos Contratos Conscientes. Hoje, alunos, professores e colaboradores contam com contratos facilitados pela abordagem. “Somente tenho registro de elogios à forma como nos comunicamos por meio dos Contratos Conscientes, algo que segue nossa cultura”, relata Tania Almeida.

Para Fernanda Guerra, a contribuição dos Contratos Conscientes é proporcionar um espaço para a harmonia das relações, de regeneração e de cuidado integrativo. “Este trabalho foi ainda mais acolhedor por poder colaborar com esse espaço onde tive a oportunidade de me capacitar em Mediação há alguns anos”, conta.

Sobre o escritório Fernanda Guerra Advocacia

Liderado pela advogada Fernanda Guerra, o escritório propõe uma abordagem integrativa do Direito. Acreditamos que a inovação jurídica é um caminho para o desenvolvimento de relações contratuais sustentáveis e harmônicas. Por isso, co-criamos soluções customizadas que conferem benefícios mútuos e autonomia às partes.

Aliadas à abordagem dos Contratos Conscientes, utilizamos ferramentas como linguagem simples, Legal Design, Visual Law e técnicas de mediação, construção de consenso e facilitação de diálogos para o desenvolvimento de soluções autonegociadas.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tem alguma dúvida?